Algumas Nomenclaturas para conhecimento

Siglas relacionadas ao SQL Server

ACID – Atomicity Consistency Isolation Durability
Esta sigla é utilizada para definir as propriedades que uma transação deve possuir.

ADO – Activex Data Objects
Faz referência a uma biblioteca de objetos ActiveX para acesso a dados. Geralmente é através destes objetos que um programador em ASP ou VB acessa o SQL Server

ANSI-92 – American National Standarts Institute 92
ANI-92 é um conjunto de regras e requisitos estipulados pelo orgão ANSI para definição de banco de dados relacionais.

BLOB – Binary Large Objects
É um tipo de dado que um campo de uma tabela pode armazenar. No SQL Server os tipos de dados ntext, text, and image podem ser considerados como do tipo BLOB.

BOL – Books OnLine
Esta sigla é uma abreviação para a documentação eletrônica oficial do SQL Server.

DBCC – DataBase Console Commands
Apesar de algumas documentações ainda constar como DataBase Consistancy Checker, são comandos que fazem a consistência lógica e física de um banco de dados do SQL Server.

DCL – Data Control Language
Designação para os comandos GRANT, DENY e REVOKE do SQL Server que fazem o controle de permissões dos objetos do banco de dados.

DDL – Data Definition Language
Designação para os comandos CREATE, ALTER e DRP (e seus derivados) que fazem o controle da criação/alteração/exclusão dos objetos do banco de dados do SQL Server

DML – Data Manipulation Language
Desiginação para os comandos INSERT, UPDATE e DELETE que fazem o controle da manipulação de dados do banco de dados do SQL Server.

DTS – Data Transformation Services
É a tecnologia desenvolvida pela Microsoft para a manipulação e transformação de dados tanto para SQL Server como para outra fonte de dados.

EM – Enterprise Manager
Esta é uma abreviação para a ferramenta de gerenciamento de interface gráfica do SQL Server. Na verdade o EM nada mais é do que um snap-in para o MMC (Microsoft Management Console) que por sua vez é uma interface compartilhada para gerenciamento gráfico de algumas ferramentas da Microsoft e de terceiros.

JDBC – Java DataBase Connectivity
Um driver JDBC é o método de acesso que permite aplicações desenvolvidas em linguagem Java acessar diferentes fontes de dados, incluindo o SQL Server.

MDX – MultiDimensional eXpression
São expressões que permitem o acesso a dados espalhados através de mútiplas dimensões em um cubo de dados, por exemplo.

MER – Modelo Entidade Relacionamento
É um modelo lógico do banco de dados que contém as entidades (tabelas) , atributos (campos) e relacionamento entre as entidades. Todo banco de dados deve começar a ser desenvolvido a partir do MER feito para um determinado processo de negócio.

MS DTC – Microsoft Distributed Transaction Coordinator
É um serviço, como o serviço MSSQLServer, que permite o controle de transações distribuídas feitas sobre fontes de dados remotas.

OLAP – OnLine Analytical Processing
Esta sigla faz referência a ambientes onde os dados dificilmente são atulizados e servem para auxiliar no processo de tomada de decisão.

OLTP – OnLine Transaction Processing
Esta sigla faz referência a ambientes onde a entrada e atualização dos dados é muito intensa.

ODBC – Open Database Connectivity
Um driver ODBC é o método de acesso que permite aplicações desenvolvidas em diversas linguagens acessar diferentes fontes de dados, incluindo o SQL Server.

OLE DB – Object Linking and Embendig DataBase
OLE DB é uma biblioteca de funções básicas para acesso a dados. O ADO visto anteriormente utiliza o OLE DB com um provider ou um ODBC. Todo o método de acesso das ferramentas padrão do SQL Server é feito através do OLE DB.

RAID – Redundant Array of Independent Disks
Esta sigla serve para identificar um sistema de controle de discos físicos para aumento de performance, confiabilidade, capacidade de armazenamento e alta disponibilidade. Apesar de ser implementado no sistema operacional (Windows) este sistema pode influenciar muito a utilização do SQL Server

RDBMS – Relational DataBase Management System
Esta sigla identifica que um servidor de banco de dados gerencia base de dados relacionais.

SQL – Structured Query Language
É a notação padrão para linguagens de instruções enviadas a banco de dados. Deve ser utilizada em conjunto com um banco de dados relacional.

SQL-DMO – SQL Distributed Management Objects
É uma coleção de objetos que permite a utilização de componentes nativos do SQL Server. Com estes objetos podemos construir ferramentas como o Enterprise Manager ou o Quey Analyzer.

UDF – User Defined Function
São pequenos programas que podem conter instruções Transact-SQL que serão executadas dentro do banco de dados somente.

Anúncios

Um comentário sobre “Algumas Nomenclaturas para conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s